Sobre mim…

Sobre mim, sobre quem sou, pois quem eu fui pouco importa e o que serei nem eu mesmo sei!

Escreverei sobre as minhas faltas e falhas; sobre o que gosto e amo…

Escreverei como se pintasse o meu próprio retrato com palavras, e desenhasse com as linhas do sentimento.

Escrever sobre mim, é escrever sobre a minha verdade.

Escrever é como se derramasse as minhas alegrias e frustrações diante de mim mesma alternando-me entre o desejo de ser e estar.

Escrever sobre mim, mesmo que ninguém acredite, mesmo quando não há possibilidades, só a inspiração.

Deixa-me escrever sobre mim, e verás a janela da minha alma, entrarás pelos caminhos que ninguém trilhou, desvendarás mistérios, sentimentos e emoções.

Conhecerás o não realizar mais do que realizações e a alegria de poder ser feliz assim!

Mas se és torpe (ignóbil ser). Se és tão egoísta e mesquinho/a a ponto de não te importares com os sentimentos, se fores insensível e não sentes as próprias feridas do teu coração…

Apenas deixa-me! Pois vou escrever sobre mim…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: